25 de set de 2009

A IMPORTÃNCIA DAS PESQUISAS CIENTÍFICAS SOBRE O PRECONCEITO EM RELAÇÃO À MULHER

Segundo o filólogo Aurélio Buarque de Holanda, pesquisar significa informar-se a respeito de e/ou fazer-se investigação e estudo, minuciosos e sistemáticos, com o fim de descobrir fatos relativos a um campo do conhecimento.

Os teólogos cristãos e as teólogas cristãs têm feito estudos e investigações, minuciosos e sistemáticos, com o fim de descobrir fatos relativos a origem e/ou perpetuação do preconceito sobre a mulher na sociedade em geral.

Os resultados desses estudos e dessas investigações têm revelado indícios de que "O preconceito sobre a mulher não vem de Deus. O preconceito sobre a mulher não vem de Jesus Cristo. O preconceito sobre a mulher não vem do Espírito Santo".

O preconceito sobre a mulher vem dos homens e das mulheres que, por falta de conhecimento, acabam aceitando tradições, religiosidades e legalismos impostos pela sociedade em geral.

As tradições, as religiosidades e os legalismos tiveram origem com os gregos, passaram pelos romanos e se concretizaram através do judaísmo; quando não era permitido que as mulheres estudassem a Lei de Moisés e, alguns mestres judeus falavam que mais valia a pena queimar a Lei de Deus do que ensiná-la a uma mulher.

Em função de tais idéias, não nos é difícil compreender por que razão as mulheres não tinham permissão de tomar parte na sinagoga estudando, falando ou orando em voz alta.

Infelizmente, essas idéias se perpetuaram pelo cristianismo e durante séculos não foi permitido às mulheres estudar, falar ou orar em voz alta nas instituições em geral.

No século XXI, o maior acesso das mulheres à instrução é uma das mudanças mais importantes que hoje estão melhorando a situação delas no mundo. No entanto, a mulher ainda está muito distante de viver o efeito igualador do evangelho na igreja, no trabalho, no lar, na comunidade, etc.

Para mudar esta situação as mulheres precisam se unir; formando grupos de estudos liderados por pesquisadoras, se graduando, se pós-graduando, etc.; para informar-se sobre o que a Bíblia Sagrada diz a respeito das tradições, das religiosidades e dos legalismos e fazer investigações e estudos de forma minuciosa e sistemática sobre como Deus, Jesus Cristo e o Espírito Santo trataram as mulheres na Bíblia Sagrada.