17 de out de 2009

A MULHER CRIANÇA, A MULHER PROFESSORA E A MULHER MÉDICA

Deus ama a Mulher Criança. Deus ama a Mulher Professora. Deus ama a Mulher Médica.


Não é por acaso que o Dia da Criança, o Dia da Professora e o Dia da Médica são comemorados no mês de outubro e, uma data da outra, é separada por uma diferença de três dias.


Essas três mulheres têm algo em comum.


A Mulher Criança na maioria das famílias brasileiras teve de lutar para ter o direito de brincar visto que as suas mamães foram educadas por suas vovós para administrarem o lar sozinhas e quando muito, com a ajuda de suas filhas, enquanto que aos seus maridos era garantido o direito de trabalhar fora e trazer a provisão para o lar e, aos seus filhos, era garantido de forma natural o direito de jogar bola, de soltar pipa, de andar de bicicleta, etc.


A Mulher Professora na maioria das famílias brasileiras teve de lutar para ter o direito de estudar em função de que as suas mamães foram educadas por suas vovós ouvindo que as mulheres não deveriam aprender a ler e escrever para não escreverem bilhetes para namorados e também educaram suas filhas da mesma forma. Muitas acabaram fazendo o Curso de Formação de Professoras por que era o único curso e a única profissão que seus papais e suas mamães permitiam que fosse feito e desempenhado por suas filhas.


A Mulher Médica na maioria das famílias brasileiras além de lutar para ter o direito de estudar teve de lutar também para que fosse garantido a ela o direito de escolher a sua profissão. Os papais e as mamães tentavam convencê-la de que, já que pretendia trabalhar fora, deveria fazer o Curso de Formação de Professoras por que ser médica era uma profissão de homem.


Neste Dia da Criança, Dia da Professora e Dia da Médica percebemos que a Mulher Criança, a Mulher Professora e a Mulher Médica, apesar das lutas que precisaram empreender para se realizarem na infância, na adolescência e na juventude; não se conformaram com essa situação e acabaram contribuindo para que, no século XXI, o maior acesso das mulheres à instrução, seja uma das mudanças mais importantes que hoje estão melhorando a situação delas no Mundo Natural e no Mundo Espiritual, mostrando A IMPORTÂNCIA DAS PESQUISAS CIENTÍFICAS SOBRE O PRECONCEITO EM RELAÇÃO À MULHER.


A Mulher Criança, a Mulher Professora e a Mulher Médica passaram da proibição em estudar para:
. ocupar a maioria das carteiras como alunas na Educação Infantil, no Ensino Fundamental, no Ensino Médio e no Ensino Superior;
.
ter a maior quantidade de anos de estudo, mesmo quando é obrigada a abandonar a sala de aula por causa da gravidez indesejada, da viuvez de marido vivo, da viuvez de marido morto, da violência doméstica, etc.;
. ocupar a maioria das carteiras como alunas, nos Institutos Bíblicos, nos Seminários Teológicos, nas Faculdades Teológicas, nas Universidades Teológicas, etc.;
. as Mulheres Professoras são maioria nas salas de aula na Educação Infantil, no Ensino Fundamental, no Ensino Médio e no Ensino Superior de todos os cursos.


Mulher Criança! Mulher Professora! Mulher Médica! Parabéns pelo seu dia!